Qual o melhor microfone para rádio?

Primeira consideração a ser feita!

Microfone Dinâmico? Ou Microfone a condensador?

Os Microfones dinâmicos são os mais adequados para estúdios de rádio, pois são menos sensíveis a ruídos externos e também a interferências.

Os microfones a condensador são excelentes, mas precisam fonte de alimentação fantasma (power phanton) e de um ambiente acusticamente bem tratado por serem muito sensíveis a ruídos externos.

 

Microfones Dinâmicos:

 

RE-20 da Electro Voice.

Provavelmente o mais popular dos microfones para radio; na realidade impressiona muito pelo tamanho. Foi desenvolvido na década dos anos 70’s. E um microfone que requer muita pressão sonora e quando trabalha com um processador de voz perde clareza e brilho. Sua fama surgiu por ser um microfone praticamente indestrutível e ser o preferido das rádios dos Estados Unidos.

Mais detalhes:

E um microfone dinâmico tipo cardioide com uma resposta de frequência de 45Hz -18kHz. Possui um filtro interno para evitar efeitos de pops e sons explosivos, um sistema anti choque reduz as vibrações externas e um switch localizado na parte traseira pode ser usado para reduzir os graves. (Bass roll-off) para bom rendimento necessita de um bom pré-amplificador. O modelo RE-20 está sendo substituindo pelo modelo RE-320 para poder competir com a nova geração de microfones.

 

Shure SM7B

É um microfone dinâmico que se caracteriza pela sua versatilidade e clareza, foi projetado especialmente para voz a qualidade de áudio é excelente. Possui a desvantagem que em países de clima tropical (Brasil) a espuma protetora se desfaz, sendo difícil a reposição original (made in usa).

Mais detalhes:

E um microfone dinâmico tipo cardioide que possui uma cápsula grande com uma resposta de frequência suave e plana 50Hz -20kHz; possui um projeto extremamente elaborado para evitar vibrações externas, efeito de pop e sons explosivos. Um switch comutável (botão) na parte traseira permite se fazer configurações diferentes de tom (graves e médios).

Para bom rendimento necessita de um bom pré-amplificador.

 

Heil PR40.

Faz parte da nova safra de modernos microfones impressiona por suas características, o PR40 é um microfone dinâmico porem com características de um microfone condensador e suavidade de um microfone de fita (ribbon). O som tem uma clareza excepcional e excelente definição com um timbre aquecido (warm).

Não necessita de pré-amplificador para máximo rendimento. Foi desenvolvido por Bob Heil considerado um Guru de áudio.

Mais detalhes:

E um microfone dinâmico tipo cardioide com uma cápsula grande e uma resposta de frequência surpreendente de 28Hz -18Khz necessita de pouco ganho, por isso o seu desempenho excepcional com os consoles de rádio que normalmente não possuem pré-amplificadores de boa qualidade. Excelente microfone para voz, com clareza de detalhes boa resposta de graves criando excelente presença no Ar. (on air).

 

Sennheiser 421.

Microfone alemão criando na década de 60’s famoso pelo seu design e qualidade, faz parte da hegemonia alemã de bons microfones. Possui clareza e presença no Ar, suporta bem pressão sonora sem distorcer. Bom para locutores que gostam de falar perto do microfone. Muito usado em estúdios de gravação.

Mais detalhes:

E um microfone dinâmico tipo cardioide com uma resposta de frequência de 30Hz -17Khz, possui 5 posições de ajustes para graves, muito resistente a realimentação (microfonia) por ser altamente direcional. É uma lenda como microfone. O modelo 421 foi substituído pelo modelo 421 II que possui muito mais clareza e definição que o antigo modelo 421.

 

Rode Procaster.

O microfone Rode Procaster é um de mistura do RE20 e Shure SM7B em termos de som. Possui uma cápsula grande, com um sistema de proteção que reduz pop e sons explosivos. Bom microfone para voz.

Mais detalhes:

E um microfone dinâmico projetado para o segmento de Broadcast com uma reposta de frequência de 75Hz -18kHz possui um som natural e agradável. Para bom um rendimento necessita de um bom pré-amplificador. A garantia é de dez anos.

 

Behringer C1 – Condensador.

Muito usado no Brasil, por ter um preço bem acessível e oferecer a falsa ideia que é superior aos microfones dinâmicos, É um microfone a condensador com uma cápsula grande, padrão cardioide. Oferece todo o desempenho que seria de esperar de um microfone condensador, boa resposta de frequência de 40 Hz -20 kHz, excelente transparência de áudio. Necessita de uma fonte fantasma (phanton power) para trabalhar. Cumpre decentemente seu papel e não compromete em qualidade. Por ser a condensador é muito sensível a ruídos externos comuns em estúdios de rádios, principalmente ar condicionado.

 

Conclusão:

Cada emissora de rádio possui uma realidade diferente, por isso é muito difícil dizer qual o microfone ideal. Mas como temos que escolher um! O escolhido foi o PR40 da Heil; é um microfone dinâmico super-cardióide de excelente qualidade, projetado para voz e com características de microfone condensador. Nos testes de VOZ feitos em estúdio superou os modelos RE20, Shure SM7B, Sennheiser 421 II e C1 da Behringer.

Bob Heil particularmente está orgulhoso deste microfone que tem se mostrado o modelo preferido para substituir os tradicionais microfones para estúdio de rádio.

 

Se você tem dúvida ou alguma pergunta que gostaria de fazer escreva-nos será um prazer responder!

 

Artigo escrito por: Jorge Faria

Consultor de Broadcast da Audiotx e Stereotool FM

www.stereotool.com.br

www.audiotx.com.br

 

 

Contato 

Audiotx 

Rua Porto Alegre, 263 Cabo Frio, RJ

Telefone: (22) 2648 - 9818 
Celular: (22) 99885 - 6062 (Vivo)

Celular: (22) 98102 - 7853 (Tim)

© Copyright Stereo Tool  2016.  Stereo Tool  Exclusivo