Placa de Som Versus Interface de Áudio

11.jpg

Uma placa de som (sound card) é dispositivo que converte sinais de áudio analógicos em dados digitais. A Interface de áudio realiza a mesma função.

 

Tecnicamente falando, uma placa de som é uma interface de áudio, compartilham muitas qualidades. Porem a principal diferença entre os dois é que as interfaces de áudio são dispositivos externos que se conectam ao computador usando normalmente um cabo usb, enquanto as placas de som são pré instaladas dentro do hardware do computador.

Placas de som PCIe são muito raras agora e aquelas que se encontram e possuem boa qualidade são muito caras. As placas de som no passado predominavam no mercado hoje porem as interface de áudio são a grande maioria no mercado de áudio.

Diferença em Qualidade:

No caso da interface de áudio

Quanto maior a qualidade da interface de áudio, maior será a qualidade da conversão, que consequentemente produzirá melhor qualidade de som.

A maioria das interfaces de áudio no mercado possui pré-amplificadores integrados.

Assim, eles melhoram a qualidade do som da mesma forma que um amplificador ou pré-amplificador. O sinal é amplificado quando passa pela interface de áudio. O resultado é uma melhor clareza de som.

 

Na minha opinião uma interface de áudio é uma opção melhor do que uma placa de som, devido a qualidade e recursos integrados que possui. Lembrando que a taxa de amostragem e a profundidade de bits são muito importantes.

Taxa de amostragem e profundidade de bits – Sample Rate e Bit Depth.

Sample Rate ou Amostragem de áudio.

É o resultado da digitalização do áudio, determina o numero de vezes que o áudio é capturado por segundo. Quanto maior for o sample rate melhor a qualidade.

A frequência máxima que pode ser capturada é limitada pelo sample rate do dispositivo de áudio usado seja a placa de áudio externa ou a placa de áudio integrada do ao computador.

A escala utilizada para medir o sample rate é o KHz (kiloHertz).

Bit Depth.

Bit depth (profundidade de bits).

O bit depth é o número de “bits” capturado em cada sample por segundo

Determina a faixa dinâmica, que representa a diferença entre o valor mais alto e o valor mais baixo de volume. Com um bit depth de 16 bits a faixa dinâmica será de 96 dB, já com 24 bits a faixa dinâmica pode chegar a 144 dB. A questão é, o ouvido humano somente consegue perceber uma faixa dinâmica de 120 dB no máximo.

Com bit depth de 24 bits os arquivos ficarão maiores e com um range dinâmico maior este tem sido o valor mais utilizado nas produções atuais, principalmente nos estúdios de gravação de músicas.

.

A profundidade de bits mais comum é de 16 bits, este é o padrão de CD e o que se encontra na maioria dos arquivos FLAC ou WAV, que são um formato de música sem perdas.

Nota:

A taxa de amostragem e a profundidade de bits de uma interface de áudio é maior que as de uma placa de som convencional. Isso significa que a interface de áudio irá reproduzir um som de qualidade melhor. É por isso que  a música pode ter melhor clareza em uma interface de áudio do que em um placa de som.

 

Considerações:

 

Existem muitas vantagens em se usar uma Interface de áudio.

 

Possui conversores de alta qualidade.

Ambos fazem exatamente a mesma coisa, que é pegar um sinal analógico e convertê-lo em digital, que o computador pode gravar, ou fazer o processo inverso que é tocar a música.

As interfaces de áudio ou placas de som (sound cards) são responsáveis pela  conversão A-D e D-A (conversores analógico-digital).

 

Latência

A latência é aquele atraso que você ouve quando não quer realmente ouvir, em outras palavras; é a quantidade de tempo que leva o sinal que chega ao PC para ser processado e enviado de volta pelos monitores ou fones de ouvido ou console de áudio.

 

Com placas de som integradas, a latência pode ser um problema maior do que com interfaces de áudio, tanto por causa do próprio hardware quanto por causa dos drivers.

 

Finalizando

O uso de uma interface de áudio também irá melhorará o desempenho do computador, pois os

codec de som integrados precisam usar ciclos de CPU para processar o som, e isso rouba o desempenho do sistema, você poderá não notar muito mas uma interface de áudio dedicada reduzirá a carga na CPU.

 

Além desse pequeno aumento no desempenho, você definitivamente ouvirá um salto na qualidade de áudio com menor sinal ruído e maior dinâmica.

 

Artigo escrito por: Jorge Faria  

Data:06/03/2022

Consultor de Broadcast da Audiotx e Stereotool FM

www.stereotool.com.br

www.audiotx.com.br