Microfone Shure SM7

Microfone Shure SM7

Analisando o Microfone Shure SM7B

Gosto de dizer que o microfone SM7B é um Microfone SM57 Bombando!

O SM57, SM58 e SM7B compartilham a mesma capsula Unidyne III com algumas diferenças do SM57 e SM58.

 

O Microfone:

O microfone Shure SM7B é provavelmente um dos microfones dinâmicos mais usado na história de gravações, projetado primariamente para gravações de voz em dublagem de

filmes (voice-over), por ser otimizado para aumentar a resposta nas baixas frequências

(low end) foi descoberto para gravações em estúdio e a partir daí começou a ser usado como microfone principal em gravações de voz por muitos artistas como, Michael Jackson, que usou para gravar voz na grande maioria das faixas do álbum (thriller), Bruce Springsteen, Sherryl Crow e muitos outros também usaram o SM7 para gravar voz.

Com o passar dos anos a Shure implementou qualidade e detalhes técnicos, introduzindo em 2001 o modelo SM7B que é a versão atual.

 

Detalhes:

O Shure SM7B é um microfone dinâmico uma capsula de tamanho grande com uma resposta de frequência de 50 Hz a 20,000 KHz, otimizado para voz. Possui um anti puf interno e switches comutadores de frequência (roll-off) para acentuar as frequências graves (300Hz) e medias (1-10k) (presence boost). Como primariamente foi projetado para gravar voz (voice-over) o SM7B tem a característica de ser excelente para gravação de voz sem a necessidade de ajustes extras. Seu desempenho é muito bom em situações em que se deseje minimizar os efeitos colaterais do local de gravação; estúdio onde não exista tratamento acústico e com ruídos de fundo.  Suporta um nível de pressão sonora impressionante de até 180dB

(nível semelhante ao de um carro de corrida ouvido a uma curta distância) isto significa que é altamente improvável distorcer, não importa a altura que se fale ou cante nele.

 

Pontos negativos:

O SM7B possui menor nível de saída do que um microfone convencional a condensador,

por isso necessita de um pré-amplificador com pelo menos 60dB de nível médio de ganho para poder se obter máximo desempenho dele, o ideal é usar um pré de microfone com pelo menos 70dB de nível médio de ganho e assim se conseguir o máximo de desempenho deste excepcional microfone.

Nota: Como a grande maioria das rádios no Brasil não possuem console do ar com bons prés de microfone o desempenho deste microfone fica muito comprometido, deixando o som do ar sem presença. Para solucionar este problema o ideal é usar um pré de microfone externo de boa qualidade, o resultado será um som muito bem definido com bastante presença!

Nota II: Em um próximo artigo vou falar como se tirar o máximo de desempenho de microfones.

Tenho também salientar que no Brasil por ser um país tropical a espuma que vem no SM7B começa a se deteriorar com o tempo fazendo necessário à sua substituição, sem esta espuma a dinâmica do microfone é alterada. Outro ponto negativo é que o SM7B apesar de possuir um sistema anti vibratório interno, não aceita suporte anti vibratório (shock mount) externo. Finalizando o SM7B é um excelente microfone que segue a tradição dos produtos fabricados pela Shure.

 

Se você tem dúvida ou alguma pergunta que gostaria de fazer escreva-nos será um prazer responder!

 

Artigo escrito por: Jorge Faria

Consultor de Broadcast da Audiotx e Stereotool FM

www.stereotool.com.br

www.audiotx.com.br

 

 

Contato 

Audiotx 

Rua Porto Alegre, 263 Cabo Frio, RJ

Telefone: (22) 2648 - 9818 
Celular: (22) 99885 - 6062 (Vivo)

Celular: (22) 98102 - 7853 (Tim)

© Copyright Stereo Tool  2016.  Stereo Tool  Exclusivo